Made in Portugal


Ainda me lembro de quando não era grande apreciadora de música portuguesa e de quando só tinha ouvidos para a música estrangeira. Eu sei que a maior parte vai achar uma estupidez (e com razão) mas eu, na altura, associava muito a música portuguesa à música pimba, da qual nunca suportei e nunca gostei! Só sei que sempre que eu ligava a televisão nos canais portugueses mais comuns e reparava na triste figura de muitos cantores, só tinha vontade de me enfiar no buraco da vergonha.
Cantores e cantoras que não tenham uma apresentação aceitável em televisão e me façam crer que por elas abaixo escorre azeite não podem, de modo algum, estar de microfone na mão.
Canções sem letra e com um nível de foleirice acima daquilo que o estômago de uma pessoa com decência aguenta não deveriam ter tanto crédito. E perdoem-me a todos os que se sintam ofendidos.

A verdade é que fui crescendo e, consequentemente, fui ficando com gostos mais refinados e a perceber melhor aquilo que realmente vale a pena e merece valor pela qualidade que tem.
Portugal tem músicos e cantores excepcionais! Só é pena que esse valor nem sempre lhes seja devidamente atribuído, pois com certeza que se muitos deles tivessem nascido e/ou vivessem noutro lado qualquer do mundo fariam um grande sucesso. Mas, pronto, o nosso querido (e bom!) Portugal continua a ser desacreditado.





2 comentários:

Ziza's N.E.M. disse...

Nós temos um grande património musical, acredita que não é só os Virgem Suta que se destacam...
O problema é o que se vê na maior parte dos festivais da canção, ultimamente...É raro haver uma escolha que realmente faz juz à nossa bandeira. Ou somos vistos como uma anedota ou algo banal, falta usarem bem a cabecinha para algo que não seja isso.

Cris disse...

Acredita! Iniciei este separador com os Virgem Suta mas pretendo continuar a divulgar outros muito bons, como Rui Veloso, Os Azeitonas, etc..

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...